quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Um líder Segundo os olhos de Deus - Parte 23


Ele é Justo...

Muitos assemelham a justiça com bondade, até porque, para estes, o ser justo é categoricamente concordar com suas decisões e opiniões. Quem nunca ouviu alguém reclamar por ter sido demitido ou substituído, sendo que, na época de sua admissão, era só elogios por parte de seu líder e local de trabalho. Por causa disso, muitos supostos líderes, acabam se intimidando mediante a momentos de decisão e optam em agir com a emoção, afim de não "ofender e magoar" aos seus subordinados que dia pós dia vão definhando no exercício de suas tarefas, causando mau estar dentre os demais, comprometendo o futuro da equipe.

Ser justo é ser autêntico em suas ações, não se deixando levar pelos momentos ou opiniões alheia. Agir com justiça é agir com seriedade em tudo que faz visando sempre o bem estar da equipe e crescimento contínuo do grupo ou empresa que lidera, sem medir esforços ou conseqüências, uma vez que, um líder justo, jamais deve ficar preso ao sentimento, esquivando-se de decisões definitivas e contribuindo para o declínio e futura falência de seu projeto. Na verdade, a única forma eficaz de agir com justiça é através da mente e não do coração. É claro que um bom líder tem sentimentos, porém, ele jamais se deixa levar pelos mesmos.
Agora, como ser um exemplo de justiça para com meus subalternos se não tenho sido esse mesmo exemplo para mim mesmo? Se reconheço quando um projeto vai mau devido a inadimplência de um funcionário, também preciso ser homem e correto para reconhecer quando a culpa do insucesso do projeto é absolutamente minha. 
Um clássico exemplo de justiça é o Senhor Jesus que em seu diálogo com o jovem rico (Mt. 19:16-22), Ele deixou claro em afirmar que não era bom, mas sim justo e assim teve competência para convencer ao jovem seu principal problema: Ele mesmo; e em outra ocasião, Jesus com coragem e justiça, reconheceu sua atitude precipitada mediante a um desabafo, corrigindo-se de imediato: "...não seja o que eu quero, e sim o que tu queres" (Mc. 14:36).
Seja competente para agir e compreensível para ouvir. Seja prudente em construir e cauteloso para não destruir. Seja ágil em corrigir e sincero em assumir. Seja um Pai para repreender e uma Mãe para acolher. Seja Justo, seja Líder!

Nenhum comentário:

Postar um comentário