segunda-feira, 2 de julho de 2012

Carlinhos - Um Jovem, Um Segredo. (Parte 5)


Após o almoço, ele sobe para o quarto, pois, já está quase na hora de ir a escola. Na mochila o de sempre: uma caneta, lápis e borracha, além dos livros essenciais para aquele dia e o caderno. 

- ah, esse caderno... - pensou consigo mesmo.

Antes de terminar a inspeção na mochila, ele resolve retirar o bendito caderno. Capa dura e de 12 matérias, parecia ser um simples utensílio escolar, porém, aquilo lhe trazia mais do que uma lembrança. Um trauma. Na verdade, muitos pertences pessoais, sempre acionam a mente dele, fazendo-o voltar ao passado, relembrando certos acontecimentos que não tem como tirar da cabeça. Carlinhos é um jovem de boa aparência e de muita vontade. Ele não é mais um acomodado como muitos que se contentam em ser dependentes dos pais ou responsável. Sempre almejou conquistar através de seu esforço, afim de, nunca ter que ouvir de alguém:

- Você só tem isso porque eu te dei!

Ele também, tem lá seus sonhos e desejos íntimos trancafiados a sete chaves, só esperando a hora certa e, a devida oportunidade para dar um passo muito grande em uma nova fase de vida. porém, ao mesmo tempo, esses sonhos, acabam sendo frustrados e ofuscados pela fobia e lembranças que sempre o martiriza. Afinal de contas seus traumas são mais explícitos e atuantes que seus sonhos.

Após uma lágrima rolar em seu rosto, ele respira fundo, leva uma de suas mãos a altura de seus olhos, enxugando-os com os dedos, e enfim deposita seu caderno na mochila. Desce as escadas, seguindo em direção a porta sem se despedir, pois, nesse horário, seu avô e seu tio já estão no porão, coisa que eles fazem praticamente todos os dias. E assim, ele caminha em direção ao ponto de ônibus, ainda com a lembrança do caderno que, de bom, não tem nada...

O que de tão grave aconteceu com ele no passado, envolvendo aquele caderno que só de lembrar, o fez chorar? Deixe seu comentário. Quem sabe sua opinião estará na próxima publicação.

3 comentários:

  1. Acho que Carlinhos lembra de algo parecido com o caderno ou unido ao caderno que faz lembrar o passado. O que, não é decidido; pode ser muita coisa. Depende...

    ResponderExcluir
  2. Jessika Secretária Passo Fundo - #SOUDAFJB3 de julho de 2012 11:49

    Acho que Carlinhos lembra do dia em que foi abusado sexualmente pelo velho Itamar, pois, foi no dia em que ele estava estudando no seu caderno preto. Por isso que quando ele lembra ele, faz o chorar.

    @FJBPassoFundo

    ResponderExcluir
  3. Acredito que possivelmente ele tenha um trauma relacionado a escola, um possível desentendimento entre colegas que o tenha deixado traumatizado.

    ResponderExcluir