quinta-feira, 28 de junho de 2012

Caravana Atos dos Apóstolos em Pelotas e Bento Gonçalves

Vejam com exclusividade, os vídeos da Caravana Atos dos Apóstolos, evento que promove a aproximação do jovem à Deus, em Pelotas e em Bento Gonçalves.



quarta-feira, 27 de junho de 2012

A Mulher V de A à Z (letra A)


Audácia, faz parte do seu dia a dia, sempre buscando superar-se, sabendo que o sucesso depende apenas de si;

Abominável aos seus olhos, é sim, o receio de tentar mais uma vez, sabendo que está é a única forma de chegar onde quer;

Almejando suas metas, ela se motiva em todas as suas tarefas, fazendo em tudo o melhor possível;

Atuando bem seu papel como esposa, mãe, funcionária, estudante e acima de tudo cristã excelente;

Ainda que muitos duvidem de sua capacidade, sua Auto estima sempre ofusca todas palavras negativas;

Andando sempre na linha, ela se esforça, mesmo que tropece em alguma pedra, fazendo de sua perseverança o remédio eficaz;

Ao contrário de muitas que, diante do primeiro não, se esconde e retrai, jogando um balde de agua fria em sua fé.

Assim caminha, com olhar fixo, passos firmes e fé inabalável;

Acreditando em si;

Amando a família;

Adorando a Deus.


Inspirado no livro "A Mulher V" e no blog Cristianecardoso.com

terça-feira, 26 de junho de 2012

Um líder Segundo os olhos de Deus - Parte 17


Ele é sóbrio....

Segundo pesquisas, está mais que comprovado a importância do vinho para o coração. Todos os Cardiologistas concordam com esta tese que, dose moderadas diárias diminuem o colesterol ruim no sangue além do grande benefício ao coração. O problema é como convencer ao homem de investir apenas em uma dose moderada? O ser humano, por ser fácil seduzido pelo vício, acaba transformando, o que seria de aliado à um vilão. Um bêbado sem o menor respeito e crédito para com a sociedade.

Assim também, vemos muitos "líderes" que, uma vez buscando teoria demasiada, acaba se embriagando de um vasto consumo de conteúdo, transformando seu objeto de trabalho em uma arma para seu suicídio. E o pior de tudo é que, ele, não morre sozinho. O viciado, sempre está em busca de uma nova companhia de mesa, afim de compartilhar sua rotina. Ele está sempre com a razão, dificultando todo e qualquer conselho benéfico quanto a sua mudança de conduta. Não é este o comportamento de muitos líderes nos dias atuais? Que, quanto mais conteúdo tem, mais cheio da razão ele é?

Na verdade, ele não passa de um livro de ficção. Cheio de histórias, mas sem nenhuma realidade. Daí entendemos a preocupação do apóstolo Paulo em nos admoestar a respeito da bebida moderada da Palavra de Deus - nosso manual de Sobrevivência - mostrando que, o bom testemunho vale muito mais do que uma boa pregação. Falar é fácil viver o que se fala é o que é difícil. Embora difícil apenas para os que não o conhece de fato e verdade. E ele simplifica isso dizendo: - A letra mata e o espírito vivifica. (2 Coríntios 3:6).

Deixo bem claro, que não estou menosprezando a importância em se alimentar da palavra de Deus, porém, se o próprio nos exorta a termos o cuidado de não embriagarmos nisso, então, que venhamos entender de fato e verdade a sermos moderados em sua leitura e aptos a pratica-la da melhor forma possível. Que possamos nos afastar desses, que enaltecem demais seu conhecimento bíblico, não dando ouvidos a mais ninguém por se achar alto suficiente. Que sejamos sóbrios no que ingerirmos, afim de sermos exemplo no proceder. Uma vez que, nossos liderados estão mais atentos no que Somos e não no que falamos.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Carlinhos - Um Jovem, Um Segredo. (Parte 4)


- A comida está na mesa! - Convida, em alta voz, o tio Ari.

Carlinhos vai descendo calmamente as escadas que dão aceso ao piso inferior de sua casa. Naquele bairro, é comum casas com os quartos no segundo piso. Na verdade eram 3 quartos. Um era o seu, inclusive o maior e melhor. Um cômodo com 35 metros quadrados, banheiro decorado e uma varanda de frente para a rua. Já os outros quartos, eram simples e pertenciam ao avô e ao tio. A suíte que Carlinhos dorme, era o antigo quarto de seu avô, que preferiu mudar-se logo após a morte da esposa.

Na parte de baixo, ficava a sala onde tinha a escada de acesso, além da cozinha, sala de janta e um banheiro. Eles moravam confortavelmente bem. Seu avô sempre foi um homem trabalhador e com boas condições econômicas. Eles já tiveram carros e uma vida muito melhor, mas devido a alguns processos do passado, ele acabou perdendo parte de seus patrimônios.

Já era 12:35 e Carlinhos estava deitado, uma vez que, era folga do serviço e aquela madrugada não foi uma das melhores. Sentou-se e se serviu. Na mesa tina arroz branco com cebola, macarrão no alho e óleo e frango à passarinho. aquela era a comida predileta de seu avô. Enquanto comia - e rápido, uma vez que logo deveria se arrumar para ir a escola -, Carlinhos tinha ainda em mente, a imagem de Mel no ônibus em que a levara. Pra dizer a verdade, a lembrança daquela moça lhe trazia um conforto enorme em seu peito. Muito das vezes, ele até tentou escrever alguma coisa, mostrando seu discreto interesse por ela, porém, ele nunca teve coragem, até porque, um dos grande motivos de seu sentimento retrancado estava ali, diante dele, participando do almoço...

Porque alguém de sua familia seria um dos grandes motivos para Carlinhos não se aproximar de Mel? Porque manter aquele sentimento em segredo? Escreva sua sugestão. quem sabe vc se torna participante direto dessa história.

domingo, 24 de junho de 2012

Força Jovem Sabatina Pré-Candidatos do PRB a vereador da Região Metropolitana



O movimento social Força Jovem Brasil do Rio Grande do Sul (FJB/RS) recebeu, nesta segunda-feira (18), pré-candidatos a vereador do Partido Republicano Brasileiro (PRB) em diversos municípios da região metropolitana. No encontro, no Centro Cultural do Força Jovem Gaúcha, os convidados responderam perguntas sobre políticas públicas para a juventude com foco na educação de qualidade, incentivo ao esporte, combate ao uso e ao tráfico de drogas e introdução no mercado de trabalho.

“A Força Jovem tem se caracterizado por ações sociais, culturais e ambientais que estimulam o espírito de cidadania nos jovens. Ouvir as propostas e expor nossas dúvidas àqueles que pretendem fazer parte do poder público de nossas cidades é a forma que encontramos de inserir a política no projeto de conscientização que desenvolvemos”, explicou Dayvid Windson, coordenador estadual da FJB.

O presidente do PRB do Rio Grande do Sul, deputado estadual Carlos Gomes, ressaltou a importância do evento para que os jovens tenham conhecimento do que está sendo feito e do que ainda pode ser realizado em benefício da sua faixa etária. “A força e o vigor da juventude devem ser utilizados na construção de um município, de um estado e de um mundo com melhor qualidade de vida para todos e para isso o envolvimento na política, desde cedo, é fundamental, tanto na militância partidária, como na elaboração e execução de iniciativas que promovam o seu crescimento social e profissional”, destacou o parlamentar.

Também participaram da reunião os pré-candidatos a vereador de Cachoeirinha, Edison Cordeiro; de Campo Bom, Valdir Lopes; de Porto Alegre, Waldir Canal e José Freitas; de Gravataí, Tanrac Saldanha; de Canoas, Cesar Augusto; de Alvorada, Miro Eletricista; de São Leopoldo, Armando Motta; de Novo Hamburgo, Ademir da Silva; de Sapucaia do Sul, Everaldo Moura; de Esteio, Marcelo Guzenski e de Viamão, Xandão Gomes. 

Por: Jorn. Jorge Fuentes - MTB 16063 / Coordenação de Comunicação - PRB/RS
Fotos: Agência VPR

sábado, 23 de junho de 2012

A esperança é a Primeira que morre!


Vivemos em um mundo competitivo onde só tentar não é suficiente.

É preciso mais do que uma simples tentativa; um objetivo firmado em querer chegar ao topo.

E quem não desenvolve essa gana primordial, acaba parando na primeira curva.

São aquelas pessoas que nem suaram a camisa e já pedem a toalha.

Na verdade, jogar a tolha se tornou uma rotina para uma grande parte da população.

Mesmo mediante a tantas oportunidades que existam para alavancar nossa estima.

Inclusive, existe incentivo melhor do que todo o conteúdo da Bíblia Sagrada?

Exemplo de tantos homens e mulheres do passado que lutaram até contra esperança como no caso de Abraão.

O Problema é que, os fracos do passado, são considerados os fortes de hoje.

Pessoas que se contentam com tão pouco, embora os limites humano são ilimitados.

E os heróis do passado já provaram cm obras claramente isso.

E por falar em Heróis... Você se lembra de algum nos dias atuais?

(Uma dica: Leia a biografia do Bispo Edir Macedo)

Deixa eu ver... hum... he... hã... Já sei, ele está no espelho mais próximo de você.

Agora, será que você tem essa mesma percepção no que tange sua capacidade de sucesso?

Sendo que, talvez você mau acredita que pode subir um degrau, quanto mais chegar ao cume do monte.

E assim caminha os conformados e desistentes que, só por causa de um não, condena-se ao relento.

E por falar nisto, saiba que, para cada 7 Não, vem um Sim!

Mas o que fazer quando esse não vem da própria boca do indivíduo?

Agora você entende o porque de, o homem, ser a única criação que Deus se arrependeu de ter feito.

A natureza nunca deixou Deus estressado. Sempre fez seu papel desde sua criação. Agora o homem...

Se quiser, continue desacreditando de você. Continue desistindo após a primeira tentativa.

Enquanto isso, Deus continua à acreditar em você. Mesmo que isso já dure uns 15, 20, 25, 30, 40,... bem, qual sua idade mesmo?

quarta-feira, 20 de junho de 2012

O Sisterhood Não Vale Nada!


REPÓRTER: Você Conhece o Grupo Sisterhood?

ENTREVISTADO: O novo grupinho de dondocas?

REPÓRTER: Hã, porque dondocas?

ENTREVISTADO: Ora, o que dizer de um bando de mulherzinhas que não fazem nada.

REPÓRTER: Bem, não é isso que eu sei...

ENTREVISTADO: Embora, até que elas fazem alguma coisa, como usar sainhas e  maquiagem (risos)

REPÓRTER: E porventura você não acha isso importante? Não é uma forma de ensinar a mulher a se valorizar?

ENTREVISTADO: Por isso que eu digo que são dondocas!

REPÓRTER: Então pra você, mulher que merece elogio é mulher relaxada?

ENTREVISTADO: É... Não foi bem isso que eu quis diz...

REPÓRTER: E quanto as tarefas de cozinhar pratos diferentes para a família?

ENTREVISTADO: E porventura alguém leva isso em consideração?

REPÓRTER: E quanto as tarefas de arrumar a casa, deixando-as impecáveis?

ENTREVISTADO: Isso é dever de cada!

REPÓRTER: E quando no caso, me refiro a todas que nunca fizeram isso na vida, a tal ponto de serem elogiadas pelos pais espantados (no bom sentido) com a mudança da filha?

ENTREVISTADO: Bom.. É...

REPÓRTER: E as festas temáticas de confraternização que elas tem quase todo mês, para benefício próprio?

ENTREVISTADO: Mas claro, saindo do bolso delas! (irônico)

REPÓRTER: Festa que, inclusive, tão cheia de glamour, onde, em sua maioria, nunca teriam na vida.

ENTREVISTADO: Hum... Por isso que eu digo que são dondocas.

REPÓRTER: Você já viu dondocas ir à um presídio feminino tendo que sentar no chão, em alguns casos, para poder, com prazer, orientar uma detenta?

ENTREVISTADO: E elas fazem isso?

REPÓRTER: Você já viu dondocas entrar em um asilo e, com toda alegria, abraçar velhinhos que, em alguns casos, não tomam banho hà dias?

ENTREVISTADO: Hã...

REPÓRTER: Você já viu dondocas visitando orfanatos e distribuir brinquedos e roupas a crianças carentes que, elas mesmas arrecadaram pedindo de porta em porta?

ENTREVISTADO: ???

REPÓRTER: Você já viu dondocas se humilhar, orar, jejuar por alguém que as vezes, nem sabe que elas existam?

ENTREVISTADO: Mas isso já é ensinado no altar!

REPÓRTER: Inclusive fazer isso por pessoas que as distratam e as menosprezam com você?

ENTREVISTADO: (silencio)

REPÓRTER: Você já viu dondocas se mobilizarem, afim de realizar campanhas de valor a mulher no mundo inteiro, tendo que, sair na rua e se expor diante de todos, apenas em defender uma causa como o "Rompendo o Silêncio"?

ENTREVISTADO: (pasmo)

REPÓRTER: Posso te falar uma coisa?

ENTREVISTADO: Sim (envergonhado)

REPÓRTER: Você sabia que, 100% dessas "dondocas", reconhecem - desde que ingressou no grupo Sisterhood - ser uma outra pessoa, inclusive no que se diz respeito à; mudança de caráter, sendo mais atenciosa aos pais, mais dedicada na escola ou faculdade, sendo mais responsável no trabalho, sendo mais zelosa pela sua aparência, uma vez que o corpo é sim, morada do Espírito Santo, além de, muitas, até terem obtido o Novo Nascimento, uma vez, tendo como auxiliar, Esposas de Pastores que incansavelmente, se dedicam noite e dia, prestando assistência, ensinando e acompanhando o desenvolvimento de cada, inclusive moças que estavam à anos na igreja e nunca tiveram essa oportunidade...

- Enfim, qual seu nome mesmo?

ENTREVISTADO: Inveja.

REPÓRTER: Qual sua profissão?

ENTREVISTADO: Julgar.

REPÓRTER: Bem, voltando ao assunto, você conhece o Grupo Sisterhood?...

terça-feira, 19 de junho de 2012

Um líder Segundo os olhos de Deus - Parte 16


Ele é Sereno...

Temos observado nesses anos de vida, muitos grupos que apesar das grandes oportunidades, não conseguem se desenvolver, e quando isto ocorre, são crescimentos discretos e sem expressão. Empresas que, mesmo dirigidas por pessoas de um alto teor de conhecimento no ramo, não conseguem progredir e obter sucesso diante das demais. Então fica a pergunta: Porque uns desenvolvem e outros não? Dentre tantas razões para isso, podemos observar a importância do líder sereno, pois, é dele que vem as diretrizes para o possível sucesso ou fracasso. 

O papel do líder sereno, é totalmente eficaz para o bom andamento de seu grupo ou projeto, acompanhando de perto o calor humano de seus liderados, auxiliando-os da melhor forma possível, garantindo assim, o sucesso de seu empreendimento. Mas o que fazer, quando esse líder que, deveria estar participando do dia a dia de seus liderados, sendo amigável, compreensível e paciente, sabendo lhe dar com cada situação, age de forma birrenta, sendo raivoso, neurastênico, irando-se com facilidade com tudo e com todos. Aí está a razão para que muitos projetos, planos e desafios, nunca saem do papel, pois, é difícil para um grupo, ser liderado por alguém que, uma vez irascível, sempre estar de mau humor, dificultando todo e qualquer contato. Este ser teimoso, acaba trabalhando sozinho, afastando jovens talentos, que teriam tudo para formar uma bela equipe. 

Não é que o bom líder, deve ser pacato, deixando todos "à volonté"(na verdade à la vonté não existe. É apenas interferência lingüística), mas o líder sereno, cordial e atencioso, adquire naturalmente, confiança e respeito para com seus liderados, proporcionando um bom convívio e uma fácil adaptação para com sua equipe. Sendo assim, o sucesso é garantido porque todos terão o prazer de trabalhar e produzir juntos. Os resultados surgirão gradativamente, de acordo com a dedicação e esforço de cada, pois, como trabalhar pressionado e angustiado, tendo ao seu lado, alguém superior, que não só dita ordens, mas ouve, ensina e cuida. É bem provável que existam aqueles que, mesmo sendo bem tratado e assistido, são abusados e de difícil parceria, discordando de tudo e de todos, e até nessa hora, o líder exemplar deve ser tranquilo o suficiente para com, sorriso nos lábios dizer de forma simples: Você está Demitido!

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Carlinhos - Um Jovem, Um Segredo. (Parte 3)


Como todos os dias e no mesmo horário, o ônibus chega, e pensativa, degrau por degrau, sobe Mel, já se acomodando no primeiro acento que vê. Na partida, ela - meio que de relance - olha em direção a casa de Carlinhos e curiosamente, ele está ali, na janela de seu quarto, com os olhos bem atentos ao rosto da Mel, que logo ia sumindo em meio ao pequeno transito daquela rua.

Apesar de ser um bairro pacato, hora e outra acontece sempre um acidente naquela região. Pelo fato de ser uma rua tranqüila, muitas crianças acabam abusando disso, se divertindo nos intervalos da escola, mesmo sendo tal atitude, reprovadas pelos pais, até acontecer o pior. E foi exatamente o que ocorreu no inverno de 1999, quando Carlinhos, na época com 7 anos, estava brincando com seu amigo o John e sua mais nova bicicleta. O Senhor Frederico, pai de John, sempre presenteava seu filho no período das férias. Isso servia de incentivo para que todo ano John tivesse boas notas na escola. Aquela bicicleta era um sonho antigo, desde seu lançamento nos comerciais de TV. A mesma marca, a mesma cor, a mesma quantidade de marchas, não foi empecilho ao seu pai, uma vez que, naquele ano, o John era reconhecido como o melhor aluno da classe.

Era uma manhã chuvosa, fazia muito frio na região, porém, a vontade de "inaugurar"a nova bicicleta foi tamanha que, eles não mediram esforços. Enquanto um pedalava, o outro pegava carona na garupa da mesma, e assim foi durante toda manhã. Eles estavam contentes e entusiasmados, pois, naquele feriado, não havia um movimento sequer na rua, e nada poderia dar errado, bem foi o que eles imaginaram. 

Em um dado momento, enquanto o John pedalava, Carlinhos, perdeu o equilíbrio e caiu próximo a calçada de sua casa, ao perceber o que acontecera, John virou o rosto no intuito de ver se Carlinhos estava bem, e foi nesse momento que John fora atropelado por um carro que vinha em alta velocidade, jogando seu corpo a uma distancia de 7 metros. No impacto o braço esquerdo de John, fraturou em 5 partes, tornando-o deficiente o resto da vida. Aquilo foi mais que desesperador para Carlinhos, não apenas pelo fato de ver seu melhor amigo sendo penalizado a uma deficiência eterna, mas pelo pior que estava por vir, pois, seu avô, estava na janela de seu quarto vendo tudo o que acontecia...

Agora fica a pergunta: Porque Carlinhos ficou mais aflito com a presença do avô ao acidente, do que seu próprio amigo machucado e estirado no chão? Que tanto mistério ronda esse jovem desde sua infância? Participe, deixando seu comentário. Quem sabe a sua opinião não será enredo da continuação dessa história... Segunda tem mais...


sábado, 16 de junho de 2012

Para o quê, serve a Madeira?


A CRIANÇA com ela brinca, afim de lhe proporcionar diversão;

O CARPINTEIRO com ela martela, afim de finalizar um bom móvel,

O PESCADOR com ela navega, afim de pescar grandes peixes;

O ESTUDANTE com ela escreve, afim de realizar uma boa prova;

O PEÃO com ela constrói, afim de dar suporte a sua edificação;

O MADEIREIRO com ela comercializa, afim de render-lhe um bom lucro;

O ARTISTA com ela entalha, afim de criar uma boa obra de arte;

A MULHER com ela limpa, afim de manter o bem estar de seu lar;

O PINTOR com ela trabalha, afim de manter sua arte na história;

O Senhor Jesus mostrou pra que veio, desde CRIANÇA, optando em trabalhar ao lado do pai como CARPINTEIRO, e logo, definindo sua missão como PESCADOR de almas, pois, enquanto no céu, era apenas um ESTUDANTE da humanidade, tornou-se, na terra, como um PEÃO, que, tão menosprezado por muitos, porém, essencial para a construção de uma nova civilização, aceitando dar sua própria vida em uma Cruz, adquirida de um MADEIREIRO qualquer e talhada por um ARTISTA da época. E assim morreu por nós, o filho de uma MULHER para alguns, mas o Filho do Deus todo Poderoso. O PINTOR que desenhou uma nova história em minha vida e em sua vida.


Veja Também: Cacheadus, Encaracoladus, Ondulus...

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Sem Ela...


Sem Ela, Minha casa não Cai. Na verdade, nem começo a construir.

Sem Ela, não fico sem chão. Na verdade, nem me movo do lugar.

Sem Ela, nem perco o rebolado. Na verdade, nem sei dançar.

Sem Ela, nem fico só. Na verdade, nem existo.

Sem ela, nem me perco. Na verdade, nem me acho.

Sem Ela, nem me arrependo. Na verdade, nem tento.

Sem Ela, nem canso. Na verdade, nem respiro.

Sem Ela, nem perco. Na verdade, nem disputo.

Sem Ela, nem morro. Na verdade, nem vivo.

Sem Ela, nem Insisto. Na verdade, Eu sou a Própria derrota.

Sem Ela sou Frustrado.

Com Ela sou Renomado.

O Nome dela? MOTIVAÇÃO

terça-feira, 12 de junho de 2012

Dia sem Namorados!



Todo dia 12 de Junho, é sagrado para muitos, presentear aquele que "ama", seja com um lindo e vistoso buquê de flores, uma joia preciosa, um jantar maravilhoso, dentre tantos outros. Na verdade é um dia em que muitos se esforçam para caprichar no visual, nos poemas e versos (ha aqueles, que até se aproveitam de poemas clássicos para então "copiar e colar" nas redes sociais da vida), tudo para chamar atenção de seu companheiro(a). Mesmo com palavras vindas da boca de outro.

O problema é que, quando passa da meia noite e vem o dia 13 de junho, tudo volta ao normal. A mesma deprê, as mesmas brigas, os mesmos costumes, as mesmas decepções, a mesma praça, os mesmos bancos, as mesmas flores, o mesmo jardim... heee... bem, voltando ao assunto, a rotina de muitos casais de namorados - e porque não dizer de casados - acaba produzindo nesta data, que deveria ser bastante significativa, uma verdadeira fantasia, maquiando a realidade como a feia produzida na festa. Quem não já viu na internet, fotos de famosos com e sem maquiagem?

O dia dos namorados, transformou-se em " o Dia dos Atores" ou, e, "o Dia sem Namorados", pois, é isso que a sociedade mostra a cada ano. Um dia para realizar as mais inéditas fantasias em nome do amor - será que sabem o que é o Amor? - outros 364 dias do ano, para comemorarem a falência da instituição chamada "Compromisso de Amar".

Bem vindos ao mundo da hipocrisia! Neste dia, Beije, Curta, Abrace, Presenteie, homenageie, Desfrute e diga milhões de vezes "Eu te Amo", pois, amanhã, tudo voltará ao normal e então volte a ser que você é. Discuta, Xingue, Agrida, Humilhe, Despreze, Esqueça, Traia! Enquanto isso, eu vou na contra-mão do mundo, junto com minha esposa e fiel companheira, Amando ontem, Amando Hoje e Amando Amanhã. Beijando Ontem, Beijando Hoje e Beijando Amanhã. Presenteando Ontem, Presenteando Hoje e Presenteando Amanhã. E claro, Sendo feliz ontem, Sendo Feliz hoje e Sendo Feliz Amanhã. Eis aí a grande diferença!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Carlinhos - Um Jovem, Um Segredo. (Parte 2)


Na verdade, a sua própria vida sempre foi um mistério, pois, na verdade, ninguém sabe ao certo, o que muito aconteceu com esse jovem em sua infância que o deixa tão perplexo e pensativo por muito tempo. Sempre na mesma situação: Nas madrugadas e diante de sua janela. Uma coisa é certa; Nesse imenso universo alojado em sua mente, encontra-se também esperança de dias melhores. Uma expectativa de que logo, logo, esse passado sombrio será apenas escritas da areia da praia.
6:30 - O despertador toca - um som estridente que vaza pelas frestas da janela até a casa ao lado. Melissa, mais conhecida por Mel, já não suporta tamanho incomodo provocado pelo bendito despertador. 
- Será que esse panaca não se liga! - Resmunga
Ela que já pensou seriamente de ir até sua casa e pedir encarecidamente que o tal vizinho (na verdade ela nem suporta ouvir o nome de Carlinhos) que tome uma providência em relação ao tal despertador. Um dia, ela mesma chegou a ir, porém, nem deu tempo de aproximar de sua porta. Imediatamente ela voltou correndo e assustada. Na verdade, nem seus pais, entenderam o porque dela sair tão cedo de casa e num instante, voltar assustada e sem dizer uma palavra.
A sua rotina começa logo as 9h, quando sua mãe sempre a acorda ao convite de levantar-se, pois, a mesa já se encontra pronta. Após os 5 minutos preciosos, ela se levanta, calça sua sandália rosa - ela é apaixonada pela cor - vai ao banheiro e começa a seção de vaidade. Pentear seus cabelos longos e ruivos por cerca de 5 minutos, escova os dentes, molha o rosto e desce em direção a cozinha onde a mãe e o Felipe (irmão de 4 anos) já estão na metade do café.
- Quando que você vai se levantar de imediato? - Diz a mãe impaciente de tanto esperar.
- Mãe dá um tempo, meu! - Responde Mel, como sempre.
Enfim, ao tomar o café, ela volta ao quarto, toma banho, põe uma roupa, despede-se da mãe dizendo apenas: Fui, Velha!
Na saída, atravessa a rua e logo se acomoda no ponto de ônibus. É quase 10:30 e aguarda acomodada, mas desconfiada, como sempre, olhando com descrição em direção a casa de Carlinhos. Principalmente a janela do quarto ao lado que a faz lembrar daquele dia...

O que será, amigo leitor, que a assustou tanto naquela manhã? E porque Mel não contou a ninguém o tal ocorrido? O que você acha? Escreva agora no espaço COMENTÁRIOS descrevendo o que sua mente criar. Seu comentário pode fazer parte dessa história cheia de mistérios. Segunda tem mais.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

A Dúvida!


Se todos soubessem o poder maléfico da dúvida, jamais duvidariam.

A Dúvida provoca insegurança de escolher o par ideal.

A Dúvida Impede de viver um alvo, um ideal.

A Dúvida proporciona o arrependimento de não ter tentado mais uma vez.

A Dúvida leva a perda, por não dar o valor ao que se tem.

A Dúvida proibe os Sonhos, Pois se conforma com os pesadelos.

A Dúvida impede a Coragem, pois é parceira do Medo.

A Dúvida só produz tristeza, já que não é parceira da alegria.

A Dúvida não obedece. Ele sempre tem uma segunda opção.

A Dúvida gera preconceito, por não saber compreender.

A Dúvida ocasiona a Morte, por não consegui viver.

Viva sem dúvidas. Viva Feliz!

terça-feira, 5 de junho de 2012

Dayvid Windson representa Força Jovem Gaúcha na homenagem ao movimento na Câmara Federal


Ao lado do Coordenador Nacional da FJB Pr. Jean Madeira

O coordenador do movimento social Força Jovem Brasil no Rio Grande do Sul, Dayvid Windson, representou o estado na homenagem que o projeto recebeu, na última sexta-feira (1), na Câmara dos Deputados, em Brasília. A sessão solene em homenagem ao FJB, idealizada pelo deputado federal Márcio Marinho (PRB-BA), reconheceu a trajetória do grupo liderado por Jean Madeira, que comanda mais de 300 mil jovens unidos no combate às drogas e à marginalidade.

O ministro da Pesca, Marcelo Crivella, relembrou o recente depoimento da presidente Dilma Rousseff sobre a iniciativa do FJB. “Ver estes jovens aqui hoje é a realização de um sonho”, comentou o republicano. Com o plenário lotado, diversas autoridades de todo o País elogiaram o trabalho do grupo.

Para o deputado Márcio Marinho, apesar de a guerra no combate às drogas ser desgastante, o esforço e o resultado são eficazes. “O Força Jovem Brasil é a prova viva de que a juventude é tão forte e tão rica que é capaz de desafiar as estatísticas. Além disso, o FJB prova que o irreversível não existe”, frisou Marinho. Segundo ele, o grupo já atendeu cerca de dois milhões de pessoas em todo o País.

Ao Lado do Ministro da Pesca Marcelo Crivella
Dayvid Windson, que também é presidente do PRB Jovem no Rio Grande do Sul, saudou a iniciativa ao destacar que no Rio Grande do Sul o projeto atinge mais de 10 mil jovens diretamente e 30 mil indiretamente, por meio de ações, sociais, culturais, esportivas e, principalmente, espirituais, que levam a população dessa faixa etária a abandonar os malefícios que têm castigado a juventude brasileira. "Ficamos, especialmente, honrados com o reconhecimento do ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella ao trabalho que desenvolvemos no sul, onde enfrentamos as dificuldades que surgem para fazer da Força Jovem Gaúcha, a melhor do Brasil", planejou Windson.

O momento mais esperado aconteceu quando o líder nacional do FJB, Jean Madeira, que também é presidente do PRB Jovem-SP, recebeu a placa que oficializou a homenagem ao grupo. Com o lema “ser jovem é nunca deixar de sonhar”, “Não levantamos uma bandeira religiosa, nós levantamos a bandeira da juventude", argumentou Madeira. 

A Força Jovem Brasil levou a Brasília os coordenadores do Amazonas, Rio de Janeiro, Roraima, São Paulo, Rio Grande do Sul, Bahia, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Piauí, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal. Também participaram do evento os deputados federais Izalci Lucas (PR-DF) e Antonio Bulhões (PRB-SP); o deputado distrital Evandro Garla (PRB-DF); e os secretários de governo Ricardo Quirino (PRB-DF), Átila Maia (PRB-DF) e Célio René (PRB-DF). Além das personalidades políticas, estava presente o campeão mundial de boxe Giovanni Andrade.

Veja Mais desse conteúdo CLICANDO AQUI!



Fonte: Coordenação de Comunicação - PRB/RS
Com informações de Jamile Reis / Assessoria de Comunicação PRB nacional

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Carlinhos - Um Jovem, Um Segredo. (Parte 1)


É noite de Outono, O minuano, vento típico da região sul do brasil, sopra levando consigo folhas caídas espalhadas pelo chão, provocando a imagem clássica da época. Naquele quarto frio e humilde, com algumas cômodas antigas e bem desgastadas, apoiado na janela de seu quarto, Carlinhos, como é carinhosamente conhecido por familiares e amigos, se encontra pensativo e preocupado, olhando a cada evento que sucede na rua de sua casa.

São exatamente 2:35 da manhã, horário propicio para a melhor parte do sono, porém, essa cena, tem sido comum em seu dia a dia, uma vez que, noites sem sono, fazem parte de sua vida. O Seu trauma, vem de muito tempo atrás, quando desde cedo, fora alvo de muitos conflitos e perturbações por parte da família e vizinhos. 

Aos 5 anos, viu seu pai assassinar friamente sua mãe com 3 tiros no peito. Aos 6, perdeu a Tia Elza de câncer. Uma segunda mãe, considerava ele. Aos 7, fora abusado sexualmente pelo velho Itamar, senhor de 62 anos, barba grisalha, rosto cansado, que morava de frente a sua casa. Um viúvo que a mais de 14 anos vivia só, desde a perda de sua esposa, em um acidente trágico. As más línguas, acreditam que tudo começou em uma briga, quando Eva, a esposa, descobriu as maldades do marido. O velho Itamar, sempre deixou claro sua preferência por crianças e seu histórico não era nada bom. Decidida, arrumou suas duas malas de couro e veludo, entrou em seu automóvel e dirigiu seu rumo e direção, quando em uma das curvas da BR 316, mais conhecida como Estrada Romântica, perdeu o controle e caiu precipício abaixo.

Aos 10 anos, em um lazer escolar, teve a trágica experiência de perder seu melhor amigo, o John, afogado em uma lagoa sem poder fazer nada. Ele viu toda cena, porém, nada pode fazer por sua dificuldade em nadar. Por isso, de seu sonho, de um dia se tornar um nadador olímpico. 

Carlinhos tem hoje, 17 anos. Mora com o avô e o tio solteiro. Pela manhã, ele trabalha no frigorífico "Carnes do Sul" e a tarde dedica seu tempo aos estudos. Está cursando o último ano do ensino médio, em uma escola próximo de sua casa. Vive aparentemente tranquilo, más, muita coisa se encontra guardado em seu peito, inclusive um desses mistérios é que levam ao jovem Carlinhos, permanecer acordado e bastante atendo a seus pensamentos.

O que passa em sua cabeça agora? qual lembrança ou decisão futura lhe preocupa? Que situação tão séria, é motivo para deixá-lo sem dormir? Um compromisso? Uma mágoa? Uma decepção? Um sonho impossível? O que você acha, amigo leitor? ajude-nos a dar sequência a essa história, publicando na seção "Comentários", a sua opinião em relação ao que levou Carlinhos a perder o sono naquela noite. Conto com Vocês. Segunda Feira que vem, continua...