quarta-feira, 14 de setembro de 2011

S.O.S. Santa Catarina 2

Ao lado de uma tragédia avassaladora causada pela fúria da natureza existe o contraste da solidariedade do ser humano. As chuvas voltaram a castigar Santa Catarina e mais uma vez esse povo sofrido passa por grandes dificuldades para reconstruir suas vidas e recuperar seus bens. Aos poucos o estado se recompôs após as enchentes de 2008 e agora se repete a mesma tristeza. Famílias que com muito sacrifício alcançaram uma moradia olham desoladas para a casa tomada pelas águas. Móveis passam pelas ruas e não há quem não se sensibilize com tamanha destruição. Por isso, muitas pessoas começam um movimento de SOS por Santa Catarina. A frente desse trabalho está a IURD deste estado que também sofreu perdas com alguns cenáculos que ainda estão debaixo d’agua impossibilitando até mesmo a realização das reuniões, mas acima dessa preocupação está o desejo de ajudar as famílias atingidas.

O pr. Edson Costa responsável pelo trabalho evangelístico do estado iniciou o trabalho dispondo todos os Cenáculos do estado como pontos de arrecadação para alimentos e água potável. Os membros e simpatizantes da campanha SOS Santa Catarina tem ajudado e muito e no último domingo já foi possível ajudar centenas de famílias.
O movimento aconteceu durante toda tarde e um mutirão se dirigiu ao bairro Frei Damião, em Palhoça uma das regiões mais afetadas na capital. O  tempo melhorou e contribui para que as doações chegassem mais rápido e as pessoas começavam a avaliar as perdas e tentar recuperar alguma coisa. 

Centenas de jovens que fazem parte do projeto Força Jovem Brasil em Santa Catarina ajudaram a levar as cestas básicas para famílias que perderam tudo. O pr. Anderson Samir, responsável pelo Força Jovem no estado ensinou aos jovens a importância de ser solidário em momentos como esse e que ajudar o próximo está entre as principais metas do grupo.
Também esteve presente o Bp. Jerônimo Alves, que já tornou-se conhecido como o mensageiro da solidariedade de Santa Catarina devido ao grande número de ações sociais promovidas pelo mesmo. Ele veio para o estado assim que houve a primeira tragédia em 2008 e em parceria com o Ressoar entregou casas para as vitimas da tragédia passada. Ele sabe a dor que as famílias enfrentam e a necessidade de auxílio para reconstruir o que as águas levaram.
Este foi apenas uma das primeiras de muitas ações que já está sendo realizada para auxiliar as vítimas.
Nesta ação mais de 200 famílias receberam cestas básicas com alimentos de consumo imediato e água potável. As doações devem chegar em breve nas outras regiões assim que for liberado o acesso por terra. Mais de 40 cidades foram fortemente atingidas, Rio do Sul, Blumenau e Itajai estão com casas debaixo d’agua. Do vale ao oeste existem pontos de alagamento e é notória a destruição feita pela chuva.
Se você deseja ajudar, procure o Cenáculo do Espírito Santo mais próximo de sua casa e leve a sua doação, ou se preferir procure a sede da Força Jovem Gaúcha na Rua: Comendador Manoel Pereira, 213, Centro (antigo CGA) ou ligue: 51 30857507.

Veja Também: S.O.S. Santa Catarina

Nenhum comentário:

Postar um comentário