quarta-feira, 6 de julho de 2011

Revolta ou Ré-Volta!



"Na verdade quem não vive uma vida de revolta, não consegue sair do lugar. Pelo contrário, Se conforma e fica pra traz."


A Revolta pode ser comparada mais do que um simples sentimento: Uma virtude. Somente os revoltados de espírito e diga-se de passagem não contra alguém mas acima de tudo contra os problemas do dia a dia, é que leva um sujeito excluído da sociedade ao posto de exemplo a ser seguido. Temos observado em nossos dias atuais uma série de exemplos de pessoas que conseguiram destaque ao surpreender com sua reviravolta de vida. Pessoas simples que conseguiram fazer a diferença. Mas porque isso acontece só com poucos? A resposta é óbvia: Enquanto uns até produzem uma revolta mas revolta emotiva, ou seja, aquela revolta com prazo de validade, outros radicalmente implantam dentro de si uma insatisfação com sua atual situação, e com essa revolta genuinamente racional, lutam a cada dia afim de reverter por qualquer preço sua vida. É aquele funcionário que movido a essa revolta, larga o emprego de um mísero salário para enfrentar a "humilhação" de vender na rua e depois de um longo tempo - já que o resultado não é de um dia pra noite - se tornar em um grande empresário. Também podemos citar aquela moça que depois de um bom tempo noiva, cheia de planos e cheia de tantas promessas, decide largar o camarada amarrado e parte pra outra acreditando em si e logo, logo se torna feliz por encontrar verdadeiramente alguém que acima de tudo: lhe ama e lhe valoriza.
Na verdade quem não vive uma vida de revolta, não consegue sair do lugar. Pelo contrário, Se conforma e fica pra traz. Quem não vive uma Revolta, vive na Ré e só Volta!

"E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Rm 12:2)

7 comentários:

  1. Olá Pastor,

    É muito forte quando o senhor cita quando temos a revolta emotiva ou vivemos na revolta. A diferença que muitos incredulos crescem é que eles não aceitam a situação que estão vivendo. Enquanto aos cristão vivem na emoção e conformados. Temos que agir pela fé, pois o sentimento nos leva ao fracasso.

    Graziella Santos - VPR SUL

    ResponderExcluir
  2. É verdade pastor, quando há uma Revolta não importa quantos riscos teremos que correr para mudar uma situação, mas este espírito nos faz sobrenaturais, pois através da Fé nós esquecemos os sentimentos e as emoções que nos prendem aquela vida de escravidão que viviamos e a Revolta nos fortalece e nos impulciona a coisas muito maiores que Deus preparou e assim o seu nome é glorificado através das nossas vidas!

    Cristine Revolta
    Porto Alegre/RS

    Cristine Pedroso

    ResponderExcluir
  3. Essa é a fé. Esse é o Espírito.

    ResponderExcluir
  4. Duilio Andrade - Floripa7 de julho de 2011 11:28

    Somente aliada a uma revolta é que tomamos uma atitude em busca dos nossos ojetivos. os que não se revoltão, não saem do lugar, são verdadeiros acomodados. muito legal pastor.

    ResponderExcluir
  5. Deise Souza - São Jerõnimo7 de julho de 2011 22:25

    A minha revolta é meu combustivel nescessario para chegar onde eu quero. Sou uma revoltada de espírito e isso me fará conquistar.

    ResponderExcluir
  6. Luiz Mendes - Sapiranga10 de julho de 2011 00:41

    eu estou revoltado. indignado com minha vida e essa mensagem é mais um combustivel para aumentar o fogo da revolta que há dentro de mim. e nessa fé inteligente vou em busca dos meus objetivos. valeu pastor.

    ResponderExcluir
  7. É forte Pastor. Verdadeiramente só a Revolta, livre de emoções, pode trazer a existência o que 'ainda' não existe!

    Fabiane Rosa
    Catedral/POA

    ResponderExcluir