sexta-feira, 10 de junho de 2011

As Três Fases da Queda: 2


Segunda Fase:
"O Esfriamento Espiritual"





Um Corpo sem exercício é um corpo atrofiado. Este é um básico exemplo significativo que podemos citar nesta próxima fase da queda. O esfriamento espiritual. E isto acontece depois de um grande período de comodismo, ou seja, uma fase que não foi gerada de um dia para o noite. E é bem assim que acontece com todos aqueles que infelizmente obtiveram esta experiência trágica. Não foi o fato de uma mentira, uma mágoa momentânea, uma dúvida passageira, uma falta no trabalho espiritual, uma desobediência e etc., mas a somatória e multiplicação desses atos que no passar do tempo foi proporcionando a criação dessa nova fase do declínio espiritual, como aconteceu com o Rei Asa que não decidiu fazer aliança com o inimigo de uma forma instantânea, mas sim através de muitos que ao seu lado foram lhe contaminando com o tempo,  com idéias que esta seria a melhor forma de se viver em paz. Deu ouvido uma, duas, três, até que por fim agiu erradamente e mesmo tendo uma chance de se redimir ao ser repreendido, preferiu até punir aquele que, usado por Deus, queria lhe salvar(2Cr. cap. 15,16). Não é assim que acontece nos dias atuais?
A Continuidade na pratica do erro é que leva ao indivíduo o desprazer nas coisas espirituais. É quando o mesmo reconhece não ter mais vontade ou forças de servir a Deus de fato e verdade, usando tudo e todos como justificativa para sua real situação espiritual. E em todos os casos é importante frisar que sempre há o reconhecimento de não ser mais como antes, porém, o que ajuda muito a manter essa "queda" é simplesmente o orgulho de sempre achar um motivo para essa infeliz realidade, e assim continuar ladeira abaixo rumo ao tenebroso mundo da última e fatal fase da ruína espiritual...

Um comentário:

  1. Deise Souza

    Que coisa né pastor. ai de nós se não buscarmos a Deus...

    ResponderExcluir