segunda-feira, 25 de abril de 2011

Um Caminhão de Covardia


"Davi que foi menosprezado...atirou uma pedra com o uso de uma funda e atingiu o centro da testa como o tiro de um fuzil e matou o gigante..."





Uma passagem curiosa na narrativa bíblica informa que houve um certo guerreiro cujo nome era Golias, que fez parte das tropas dos filisteus (atualmente são conhecidos como palestinos. Nesta passagem ele teria desafiado os judeus a uma batalha onde se apresentaria um guerreiro judeu para enfrentá-lo. Na narrativa Golias tinha a estatura de 6 côvados e um palmo, e pelo que pesquisamos dentre os mais renomados institutos de pesquisa europeus e norte-americanos, a medida de um côvado na antiguidade era de aproximadamente 66 cm. Deste modo e sabendo que a medida de um palmo é convencionalmente reconhecida como de 22 cm, Golias teria então a estatura total de aproximadamente 4,18 m. Considerando-se que todo homem poderia estar calçando alguma espécie de calçado e neste sentido Golias não seria diferente, calçando entre o número 55 a 65,  teria o mesmo uma medida mínima de dez cm de espessura para suportar seu peso, com medida de apoio no calcanhar de pelo menos vinte centímetros. A aparência de Golias seria então de aproximadamente 4,38 m, ou, quase quatro metros e meio (considerando ainda o uso de um capacete).

Davi pelas escrituras era franzino e o menor na casa de seu pai. A estatura e porte físico de Davi não o conferiam como um guerreiro nato e portanto não ficava na frente de batalha, era destinado a cuidar das ovelhas de seu pai. É de se imaginar que Davi não teria muito mais do que um peso entre 50 e 60 kg. Portanto a potência dos golpes de Davi não alcançariam mais do que 90 kg de força se tivesse preparação para este fim. Como não era guerreiro podemos considerar que a força de seus braços não alcançassem muito mais do que 70 kg de força. Para se ter idéia do que isso representa, um veículo peso médio como o Gol, por exemplo, em velocidade constante de 30 km/h ao se chocarem contra uma caixa de madeira reproduzem a potência total de 150 kg no impacto. O mesmo que um lutador peso pesado poderia conferir com um golpe na mesma caixa. Davi não poderia reproduzir este efeito, ou seja, sua força nesta comparação seria equivalente ao mesmo veículo na metade da velocidade, o que não destruiria a caixa, poderia conferir apenas alguma quebra parcial.

Golias não tinha este peso, era sim muito maior, aliás várias vezes o peso de Davi. Golias teria um peso estimado entre 6 e 7 toneladas. Portanto a potência total de seu golpe poderia alcançar facilmente a força de 10 ton. Para comparar é como se um caminhão carregado com uma carga de mais de 9 ton na sua totalidade, em uma velocidade constante de 50 km por hora atingisse a mesma caixa encostada em uma parede. Este impacto destrói totalmente a caixa, a parede, e tudo o que estiver atrás. Esta era a força comparada entre o gigante Golias e a força dos braços de Davi que foi menosprezado pelo gigante que ao vê-lo retirou seu capacete e zombou do pequeno Davi. Este atirou uma pedra com o uso de uma funda e atingiu o centro da testa como o tiro de um fuzil e matou o gigante que tombou no chão. Agora, não me pergunte como!

4 comentários:

  1. Bom dia Pr

    Só tem uma explicação o voto que Davi tinha com Deus, que tornou ele sobrenatural assim como Moisés, Abraão e outros profetas usados por Deus. E quando temos um voto com Deus o impossível o inexplicável acontece.

    ResponderExcluir
  2. JOÃO MAGALHÃES - PORTO ALEGRE25 de abril de 2011 12:24

    POR ISSO É QUE NÃO DEVEMOS TEMER A NADA, POIS, MAIOR QUE PROBLEMAS É A FORÇA SOBRENATURAL QUE HÁ EM NÓS. ESPÍRITO SANTO.

    ResponderExcluir
  3. Deise Souza - São Jerônimo27 de abril de 2011 16:10

    as vezes pastor nós nos sentimos tão pequenos diante de tantos problemas e esquecemos que o Deus que temos é muito grande. temos que sempre agir como Davi.

    ResponderExcluir
  4. As coisas loucas que Deus escolheu para confundir os sábios...

    ResponderExcluir